quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Inteligência Linguística




Voltada a capacidade em adquirir, compreender e dominar as expressões da linguagem colocando em ação a semântica e a beleza na construção da sintaxe. Manifesta em escritores, romancista, jornalistas, palestrantes e poetas,  mostra-se expressiva também em pessoas que cultuam a palavra e a construção de idéias verbais ou escritas. Consiste na capacidade de pensar com palavras e de usar a linguagem para expressar e avaliar significados complexos. Crianças com expressiva capacidade lingüística surpreendem pelo vocabulário que conhecem e utilizam, adoram ler, escrever e contar histórias, mostrando interesse por rima, trocadilhos, charadas e jogos com palavras.
São duas as principais áreas corticais responsáveis pela linguagem. A área de Wernicke (lobo temporal do hemisfério esquerdo) é responsável pelo entendimento da linguagem e a organização das palavras. A área de Broca (giro pós-central do hemisfério esquerdo) cuida da articulação da fala, da produção da linguagem expressiva. Ainda contribuem para a linguagem a região têmporo-ocipto-parietal responsável pela organização gramatical e o hemisfério direito para criar o ritmo, entonação e fluxo da fala.
O dom da linguagem é universal e o seu desenvolvimento nas crianças é surpreendentemente constante em todas as cultura. Mesmo nas populações surdas, em que a linguagem manual de sinais não é ensinada, as crianças inventam sua própria linguagem manual.



PARA DESENVOLVER A INTELIGÊNCIA LINGUÍSTICA: Estímulos para pesquisas bibliográficas, exploração de diferentes habilidades operatórias como sintetizar, analisar, relatar, descrever e outras, desafios sobre interpretação de textos, concursos de manchetes, trovas e poemas para expressar diferentes conteúdos Livros diversos, dicionários de vários tipos, coleção de jornais e revistas, portfólios sobre temas, concurso de redação, trovas e outros Explanações, debates, organização de tele-jornais ou jornais impressos ou murais, jogos de palavras e atividades que explorem a narração, leitura ou redação. Organização de grupos para debates sobre filmes assistidos, clubes literários, concursos  lingüisticos.


Exemplos de pessoas com Inteligência Linguística: ´


Clarice Lispector - romancista, poetisa, cronista, contista, jornalista, - uma das personalidades mais excêntricas da literatura brasileira, de naturalidade ucraniana, deixou seu nome marcado na literatura nacional com a publicação de uma séries de romances, como Perto do Coração Selvagem (1944), Água Viva (1973), A hora da Estrela (1977), contos como Laços de Família (1960), livros infantis como O Mistério do Coelho Pensante (1967), A Mulher que Matou os Peixes (1968). Uma obra eclética, em sua maioria, densa, de cunho existencialista, com estilo elíptico e fragmentário.


Carlos Drummond de Andrade - foi seguramente, por muitas décadas, o poeta mais influente da literatura brasileira em seu tempo, tendo também publicado diversos livros em prosa. Do Modernismo herdou a liberdade lingüística, o verso livre, o metro livre, as temáticas cotidianas, mas foi além, segundo Alfredo Bosi, "A obra de Drummond alcançou — como Fernando Pessoa ou Murilo Mendes — um coeficiente de solidão, que o desprendeu do próprio solo da História, levando o leitor a uma atitude livre de referências, ou de marcas ideológicas, ou prospectivas“.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário